-Publicidade-

Médico que definiu covid-19 como ‘gripezinha’ está ‘pessimista’

Drauzio Varella aposta que o novo coronavírus não será devidamente tratado no Brasil ao decorrer dos próximos meses
Drauzio: de gripezinha a pessimismo com a covid-19  | Foto: REPRODUÇÃO/TV GLOBO
Drauzio: de gripezinha a pessimismo com a covid-19 | Foto: REPRODUÇÃO/TV GLOBO | drauzio varella - gripezinha - covid-19

Drauzio Varella aposta que o novo coronavírus não será devidamente tratado no Brasil no decorrer dos próximos meses

drauzio varella - gripezinha - covid-19
Drauzio: de gripezinha a pessimismo sobre a covid-19 | Foto: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Doença que já contabilizava mortes na China no começo do ano, a covid-19 foi definida em janeiro como mera “gripezinha” por Drauzio Varella. Em vídeo divulgado na ocasião, o oncologista brasileiro disse que todo mundo deveria continuar com a rotina, sem motivo para pânico. A situação mudou radicalmente poucos dias depois. Tanto que a gravação foi excluída do canal.

Leia mais: “Covid-19: Brasil tem 2,2 milhões de recuperados”

Hoje, com mais de 710 mil mortes provocadas pela doença em todo o mundo, conforme indica o painel atualizado diariamente por Oeste, a postura do médico é outra. Agora, ele critica autoridades do país por não estarem agindo corretamente no enfrentamento da disseminação do novo coronavírus. Dessa forma, ele se diz “pessimista” quanto à possibilidade de o contágio diminuir ao longo dos próximos meses, sobretudo no Brasil.

Em crítica mais direta à postura do governo federal em relação ao combate da doença, Drauzio deu a entender que houve omissão — ou erro — das autoridades quando os primeiros casos começaram a surgir no Brasil. “Quando o vírus chegou, nós já sabíamos o que precisava ser feito”, afirmou o médico, em live promovida nesta sexta, 7, pelo portal UOL. Para ele, teria sido seria necessário realizar “testes em massa e isolar a população”.

Ministro da Saúde no começo da pandemia, Luiz Henrique Mandetta participou da mesma live, mas não foi criticado pelo oncologista, que chegara a se referir à covid-19 como “gripezinha”.

Mais: “Bolsonaro sobre eficácia da hidroxicloroquina: ‘Sou a prova disso’”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês