-Publicidade-

Ministério da Saúde pede ‘entrega imediata’ de 6 milhões de doses de vacinas ao Butantan

Instituto indagou quantas vacinas produzidas em São Paulo permanecerão no Estado
| Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo
| Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo | CoronaVac

Instituto indagou quantas doses produzidas em São Paulo permanecerão no Estado

coronavac - instituto butantan - anvisa
CoronaVac: ainda não há pedido para uso emergencial, alerta Anvisa | Foto: Divulgação

Em ofício enviado ao Instituto Butantan, o Ministério da Saúde reiterou o pedido de entrega “imediata” de 6 milhões de doses importadas da vacina contra a covid-19. O documento, enviado na sexta-feita 15 pediu a entrega “imediata” das doses da CoronaVac, vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Butantan. Em resposta, o instituto indagou quantas vacinas produzidas em São Paulo permanecerão no Estado.

Leia também: “Os dilemas da vacina”, 25 perguntas e respostas sobre as principais dúvidas a respeito da vacinação no Brasil 

Em resposta a esse questionamento do Butantan, o ministério declarou:

“Em relação à solicitação […] no que tange a informação acerca do quantitativo destinado ao Estado de São Paulo […], informamos que a responsabilidade pela elaboração, atualização e coordenação do plano nacional de operacionalização da vacinação contra a covid-19 é do Ministério da Saúde”.

E acrescentou:

“Reiteramos os termos do ofício […], solicitando o pronto atendimento do pleito, com a urgência que o caso requer”, concluiu o diretor do Departamento de Logística em Saúde do ministério, Roberto Ferreira Dias, que assina o ofício.

Definição da Anvisa

Neste domingo, 17, a Anvisa responderá aos pedidos de uso emergencial de duas vacinas contra a covid-19 — a Coronavac e o imunizante feito pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca.

Ainda: “Ministério da Saúde recruta 2,5 mil profissionais para Manaus”

 

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Bolsonaro esperneou, fez um auê danado e travou uma guerrinha idiota com o ditador paulista para no fim abrir as pernas e entubar sem vaselina. Deveria ter se dado ao respeito e ficado calado.

  2. O governadorzinho quer assumir o papel do Ministério da Saúde na distribuição da vacina…….., responsável pelo estado recordista de mortes e inoperância, Mr Lockdown.
    O STF deu autonomia aos estados desde o início na condução da crise, agora só falta delegar a distribuição também, se Lewan for chamado a decidir tá dada a autoridade…….
    Quem será taxado GENOCIDA?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês