-Publicidade-

Ministério da Saúde recruta 2,5 mil profissionais para Manaus

Medida ocorre em meio a problemas da saúde na capital do Amazonas
Mais profissionais da saúde irão trabalhar em Manaus
Mais profissionais da saúde irão trabalhar em Manaus | Foto: Divulgação/FAB

Em meio ao caos na área hospitalar em Manaus, com relatos de falta de cilindros de oxigênio e pedidos para transferência de pacientes para cidades e Estados, o Ministério da Saúde está em busca de auxiliar ao menos na parte de profissionais. Na última sexta-feira, 15, a pasta informou que está recrutando 2,5 mil trabalhadores da área da saúde espalhados país afora para atuarem momentaneamente na capital do Amazonas.

Leia mais: “Coronavírus: ex-prefeito de Manaus pede impeachment do governador do Amazonas”

Segundo a Agência Brasil, essa não será a primeira ação para transferir profissionais da saúde para Manaus. Durante a pandemia, o governo federal já havia recrutado 198 médicos, 562 enfermeiros, 1.212 técnicos de enfermagem, 313 fisioterapeutas e 253 farmacêuticos para atuação na cidade.

O aviso de recrutamento por parte do Ministério da Saúde ocorre no momento em que a Justiça Federal no Amazonas agiu contra os governos estadual e federal. O Poder Judiciário determinou apresentação de plano conjunto para resolução do problema enfrentando por pacientes internados em hospitais manauaras. Conforme Oeste registrou mais cedo, o governo federal usará avião da Azul para levar cilindros de oxigênio para Manaus ainda neste sábado, 16.

Leia também: “Eficácia”, artigo do jornalista e escritor Guilherme Fiuza publicado na Edição 43 da Revista Oeste.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês