Pazuello prega união no combate ao coronavírus

Na comissão mista do Senado, ministro interino da Saúde ressalta os avanços obtidos pela pasta, como a entrega de 1.437 respiradores e a habilitação de 734 novos leitos de UTI
-Publicidade-
O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello | Foto: NAJARA ARAÚJO/CÂMARA DOS DEPUTADOS
O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello | Foto: NAJARA ARAÚJO/CÂMARA DOS DEPUTADOS | O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello | Foto: NAJARA ARAÚJO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Na comissão mista do Senado, ministro interino da Saúde ressalta os avanços obtidos pela pasta, como a entrega de respiradores e a habilitação de novos leitos

pazuello
O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello | Foto: NAJARA ARAÚJO/CÂMARA DOS DEPUTADOS
-Publicidade-

O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, afirmou nesta terça-feira, 23, que o governo federal tem boa relação com Estados e municípios na luta contra a covid-19. E que o momento é de união.

“Neste momento, o país é todo unido, pragmático e focado no resultado de salvar vidas. Não vejo nenhum tipo de disputa política nem disputa de interesses”, garantiu na comissão mista do Senado.

Além disso, o ministro ressaltou os avanços do Ministério da Saúde.

Entre o início de abril e 24 de maio, por exemplo, a pasta entregou à rede pública de 17 Estados 1.437 respiradores pulmonares. A ação, portanto, objetivou auxiliar no enfrentamento ao patógeno.

Leia mais: Acompanhe a evolução da covid-19 no Brasil e no mundo

O governo federal também assinou quatro contratos com empresas brasileiras para a produção de 15.300 respiradores. Sendo assim, o esforço na aquisição dos itens envolve mais de 15 instituições, entre fábricas e bancos.

No início deste mês, Pazuello lembrou dos 734 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) habilitados em cinco Estados: Rio Grande do Sul (314), Pernambuco (284), Rondônia (15), Bahia (10) e Rio de Janeiro (111).

Portanto, entre abril e junho, 8.247 leitos de UTI já foram disponibilizados. Para isso, o governo Bolsonaro investiu R$ 1,1 bilhão, cujo foco é atender o paciente com a covid-19 em estado grave.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site