Prefeitura rebate médicos contrários à cloroquina

Medicamento opõe prefeito e quatro profissionais da saúde
-Publicidade-
Foto: CANVA
Foto: CANVA | Sertãozinho - prefeitura - medicamentos - cloroquina

Medicamento opõe prefeito e quatro profissionais da saúde

Sertãozinho - prefeitura - medicamentos - cloroquina
Foto: CANVA

As discussões sobre mais uma cidade indicar o uso da cloroquina para pessoas que apresentem sintomas leves da covid-19 ganha mais um capítulo nesta quinta-feira, 23. Dias após o mandatário municipal anunciar que o remédio faria parte de protocolos, a prefeitura de Sertãozinho criticou os médicos que deixaram o comitê local contra a doença após a notícia.

-Publicidade-

Leia mais: “Youtuber espalha fake news sobre a cloroquina

Depois que o prefeito Zezinho Gimenez gravou vídeo falando que a cloroquina ganharia mais espaço em tratamentos contra o novo coronavírus, quatro integrantes do comitê formado desde o início da pandemia abandonaram os trabalhos. Em nota, a prefeitura de Sertãozinho afirma que os profissionais enviaram documento ao Executivo. Material esse que, conforme acusa, “faltou com a verdade”.

https://www.facebook.com/prefeiturasertaozinhosp/videos/551122848902413/

Sem aviso prévio

De acordo com a prefeitura, os médicos em questão não avisaram formalmente as saídas do comitê anti-covid-19 da cidade. O que foi feito por meio de postagens nas redes sociais. Além disso, na visão do comando municipal, eles deram a entender de forma equivocada que Sertãozinho havia criado seu próprio protocolo. Nesse sentido, a prefeitura destaca que segue procedimento indicado pelo Ministério da Saúde.

“O próprio paciente deve manifestar por escrito sua vontade de utilizar os medicamentos”

“É importante esclarecer que: conforme o protocolo do Ministério da Saúde, o médico só deve prescrever azitromicina e/ou cloroquina ao paciente se julgar necessário, tendo como base avaliação clínica e exames complementares. Além disso, o próprio paciente deve manifestar por escrito sua vontade de utilizar os medicamentos, se eles forem indicados para o seu tratamento”, posiciona-se a prefeitura de Sertãozinho que, entretanto, já avisou: aceita os desligamentos dos quatro médicos do comitê. Por fim, o órgão registra ter conhecimento de que o uso precoce da cloroquina não é validada por 100% da comunidade médica.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.