Vereadores do interior de SP aprovam projeto de lei que torna bar atividade essencial

Restaurantes, academias, comércios, salões de beleza, 'shoppings' e praças de alimentação também entram na lista
-Publicidade-
O vereador Mauricio Gouvea (PSDB) | Foto: Divulgação/Câmara de Catanduva

Os vereadores de Catanduva, cidade do interior paulista, aprovaram na terça-feira 2 um projeto de lei que torna bares e restaurantes, academias, comércios, salões de beleza, shoppings e praças de alimentação atividades essenciais. A proposta foi apresentada em regime de urgência pelo vereador Mauricio Gouvea (PSDB) e aprovada por unanimidade, segundo informa o portal Diário da Região. Na tribuna, Gouvea fez um apelo ao governador João Doria (PSDB). “Olha para esses pais de família, que apenas querem trabalhar; a preservação da vida é muito importante, mas temos que ter coerência e governar para todos de forma igualitária e coerente”, afirmou. Com a medida, esses estabelecimentos ficam de fora das restrições mais rígidas da “fase vermelha” do Plano São Paulo, definidas pela equipe do governador paulista João Doria, podendo abrir e realizar atendimento presencial ao público.

Leia também: “Os tecnocratas da pandemia”, artigo publicado na Edição 45 da Revista Oeste

-Publicidade-

 

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.