Covid-19: 40% das cidades brasileiras não têm casos

Durante coletiva, Wanderosn Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde, disse que 40% dos municípios brasileiros não têm nenhum caso de Covid-19 ou de síndrome respiratória aguda grave.
-Publicidade-

Números são importantes, para definir as estratégias de retomada das atividades

Foto: Pixabay
-Publicidade-

Durante coletiva, Wanderosn Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde, disse que 40% dos municípios brasileiros não têm nenhum caso de Covid-19 ou de síndrome respiratória aguda grave.

Segundo o secretário, esses números são importantes, para definir as estratégias de retomada das atividades, de acordo com informações do Antagonista.

“Isso não quer dizer que ele [o município] não tenha que fazer nenhuma medida. Ele pode e deve investir na higienização, trabalhar as medidas de etiqueta respiratória, de educação e saúde. Mas esses municípios podem atuar de uma maneira diferenciada quando comprados com municípios que têm muitos casos.”

Como foi noticiado por Oeste, alguns municípios já anunciam planos para reabertura gradual a partir de 4 de maio. Em Campinas, por exemplo, o prefeito da terceira maior cidade do Estado de São Paulo disse não querer afrontar o governador João Doria, mas afirmou estar seguro do que está fazendo.

A partir de segunda-feira, será permitida a reabertura do comércio de baixa aglomeração, como varejistas, escritórios, restaurantes, salões de cabeleireiro, academias, templos religiosos, entre outras atividades.

 

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comments

  1. Não gostei da citação do O Antagonista. Desnecessário, já que a informação é pública. Cancelei minha assinatura da Crusoé e parei de ler o Antagonista depois de constatar que viraram um site para “notícias” plantadas e fofocas com objetivos escusos. Sem falar nas republicações de “matérias” do Globo, Folha e até do Estadão. Se eu quisesse ler os editoriais e colunistas destes jornais, os assinava. Outro ponto, que me fez “largar” O Antagonista foram os comentários infames no final dos Posts (que acredito serem do Mario Sabino). Coisas do tipo: “Isso é só uma pergunta” (um jornalista, que se preze, escreve isto?). Assinei a Oeste e espero que ela faça matérias positivas e negativas em relação a todos níveis de governo. Mas deixe para o leitor interpretar e concluir. Não quero ler revista babá ou pior, que queira “fazer a minha cabeça” com notícias parciais, plantadas ou fofocas. Até agora, esta indo bem. Mas um conselho: deixem O Antagonista pra lá. Eles perderam a linha.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site