Covid-19: Brasil não recebe vacinas chinesas distribuídas pela OMS

Na América Latina, 12 países serão beneficiados pela remessa de imunizantes do consórcio Covax Facility
-Publicidade-
Vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac fez parte da entrega do consórcio Covax Facility
Vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac fez parte da entrega do consórcio Covax Facility | Foto: Divulgação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) distribuiu, por meio do consórcio global Covax Facility, 100 milhões de doses das vacinas chinesas contra a covid-19 Sinovac e Sinopharm, mas o Brasil não foi contemplado nessa nova entrega de imunizantes. As informações são do UOL.

A entidade está distribuindo 50 milhões de doses de cada uma das vacinas para 60 países desde julho. Dos 100 milhões de doses no total, foram destinados 15 milhões para um fundo especial reservado a países que vivem crises humanitárias.

Leia mais: “Estados que não seguirem plano nacional poderão ficar sem doses, diz Saúde”

-Publicidade-

Na América Latina, 12 países serão beneficiados pela primeira remessa de imunizantes, entre os quais a Argentina, o Uruguai, o Chile, a Colômbia e a Venezuela. Diplomatas brasileiros e fontes ligadas ao Ministério da Saúde disseram que o governo federal solicitou 3,9 milhões de doses das vacinas chinesas, porém não recebeu nada até o momento.

Leia também: “Após período de emergência, Ministério da Saúde excluirá vacinas sem registro definitivo”

A Indonésia recebeu cerca de 10% do total de doses disponibilizadas pelo Covax Facility (10 milhões). Outros 3,1 milhões foram para a Argélia e mais 2 milhões ficaram para a Colômbia.

Indagado sobre a situação do Brasil, o consórcio da OMS limitou-se a informar que, como o país “é um participante autofinanciado do Covax, perguntas sobre sua participação nas rodadas de distribuição devem ser direcionadas para o governo”. O Ministério da Saúde ainda não se manifestou.

Leia também: “‘As pessoas estão participando de experimentos’, diz médica sobre vacinas”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro