-Publicidade-

Deputados gastam mais com divulgação em ano de pandemia por coronavírus

Economia que é bom, apenas com transporte
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Os deputados Federais gastaram mais em divulgação em 2020 que em 2019. O valor listado para o item durante o ano da pandemia no site da Câmara chegou a R$ 46 milhões. Em 2019, a quantia ficou em R$ 44 milhões. Também não houve economia com o funcionamento dos escritórios: R$ 22,2 milhões frente a R$ 21,7 milhões. A mesma dinâmica aconteceu com os dispêndios em “Consultorias, Pesquisas e Trabalhos Técnicos”: R$ 22,2 milhões contra R$ 19 milhões.

Apesar disso, o valor gasto com a cota de custeio dos parlamentares diminuiu. Em 2020, as atividades dos deputados custaram R$ 142 milhões aos cofres públicos e, em 2019, R$ 192 milhões. A economia de R$ 50 milhões foi graças à redução dos gastos com “passagens aéreas, locação de veículos, combustíveis, lubrificantes e outros”.

Leia também: “Durante o recesso, Maia e Alcolumbre continuam usando jatos da FAB”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês