Desmatamento da Amazônia Legal teve queda, afirma Bolsonaro

Dados foram divulgados pelo Ministério da Defesa e fornecidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
-Publicidade-
Melhoria é atribuída à atuação das Forças Armadas
Melhoria é atribuída à atuação das Forças Armadas | Foto: Ministério da Defesa

Nesta terça-feira, 13, o presidente Jair Bolsonaro publicou em suas redes sociais que o desmatamento da Amazônia Legal diminuiu entre agosto e março do biênio 2020/2021, quando comparado com o mesmo período de 2019/2020. A afirmação foi feita com base em números divulgados pelo Ministério da Defesa (MD).

Leia também: “Desmatamento na Amazônia tem queda de 70% em janeiro, informa governo”

-Publicidade-

A publicação ministerial foi divulgada ontem e informa que os avisos de desmatamento na região registraram queda de 19,5% entre os períodos citados. A nota informa que os dados foram fornecidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e atribui a melhoria à atuação das Forças Armadas nos últimos 11 meses na floresta.

Segundo o MD, durante 330 dias de existência da chamada Operação Verde Brasil 2, foram empregados cerca de 2,5 mil militares e agentes de órgãos de controle ambiental e de segurança pública. No total, ocorreram mais de 100 mil inspeções feitas por patrulhas navais, terrestres e aéreas.

A repressão aos crimes ambientais resultou em 321 prisões em flagrante, na apreensão de 504,6 mil metros cúbicos de madeira, 715 kg de drogas, 2.015 embarcações, 899 veículos e tratores. Apenas no mês de junho do ano passado, 64 animais silvestres foram resgatados.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

  1. O número do desmatamento jamais será ZERO.
    As áreas licenciadas pelo órgão responsável (Secretarias de Meio Ambiente Estaduais) não tem cruzamento de dados com os levantados pelo INPE: PRODES e DETER.
    Portanto, o discurso ambientalista considera maliciosamente todo desmatamento ilegal.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site