-Publicidade-

Doria mantém regras de isolamento no Estado até 16 de dezembro

São Paulo está com folga de 25% sobre o limite diário de  internações da fase menos restritiva do plano de quarentena
Governador de São Paulo, João Doria | Foto: Governo do Estado de São Paulo
Governador de São Paulo, João Doria | Foto: Governo do Estado de São Paulo

Entretanto, São Paulo está com folga de 25% sobre o limite diário de internações da fase menos restritiva do plano do governo

Governador de São Paulo, João Doria | Foto: Governo do Estado de São Paulo

O governo de São Paulo prorrogou o isolamento no Estado até 16 de dezembro. A medida, publicada nesta terça-feira, 17, no Diário Oficial, foi anunciada ontem pelo governador do Estado, João Doria (PSDB). Na prática, o decreto apenas renova uma determinação feita pela gestão estadual no início da pandemia de coronavírus. É 14ª vez que o isolamento é prorrogado no Estado.

Algumas cidades esperavam passar para a fase verde, quando há liberação para o funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais e de serviços, ainda que com restrições de público e horário. Mas Doria, no entanto, mudou o script e decidiu adiar a revisão do Plano São Paulo para 30 de novembro — um dia depois da votação do segundo turno das eleições municipais de 2020.

Jean Gorinchteyn, secretário estadual de Saúde, alega que a mudança aconteceu em função de uma pane no sistema do Ministério da Saúde e do aumento no número de internações na última semana. Contudo, a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patrícia Ellen, informou que a medida acontece por cautela extrema, uma vez que o volume de internações diárias por 100 mil habitantes está pelo menos 25% abaixo do limite da fase menos restritiva do plano de isolamento.

“Desde meados de outubro, estamos verificando [número de] internações abaixo de 30 por 100 mil habitantes, e o patamar para termos estabilidade na fase verde é de 40 internações”, disse. “Estamos numa fase controlada mas sendo extremamente cautelosos porque registramos, sim, esse aumento de 18% com os dados da última semana.”

Os dados federais sofreram um apagão entre 6 e 10 de novembro. Por cinco dias, o arquivo do governo federal não inseriu um único registro de morte ou nova confirmação da doença no Estado. As autoridades estaduais, entretanto, fizeram uma contagem própria e verificaram um aumento de 18% na média diária de internações quando a semana 45 (1º a 7 de novembro) é comparada com a 46 (8 a 14 de novembro) — a variação foi de 859 para 1009.

O gráfico apresentado pelo governo estadual mostra, porém, que o salto é pontual. Na semana 44, por exemplo, aparecem 983 internações diárias, uma diferença de menos de 3% com o período mais atual. Outro ponto: na primeira semana de outubro, consta a internação de um número maior de pacientes por dia: 1.216.

Confira a evolução da covid-19 no Brasil e no mundo 

Doria no segundo turno das eleições municipais

O PSDB do governador João Doria tem candidatos no segundo turno das eleições de 2020 em sete cidades paulistas. Em seis delas, incluindo a capital, os candidatos da legenda tentam a reeleição. Confira:

  • Mogi das Cruzes (SP): Marcus Melo (PSDB) contra Caio Cunha (Podemos)
  • Piracicaba (SP): Barjas Negri (PSDB) contra Luciano Almeida (DEM)
  • Praia Grande (SP): Raquel Chini (PSDB) contra Danilo Morgado (PSL)
  • Ribeirão Preto (SP): Duarte Nogueira (PSDB) contra Suely Vilela (PSB)
  • São Paulo (SP): Bruno Covas (PSDB) contra Guilherme Boulos (Psol)
  • São Vicente (SP): Solange Freitas (PSDB) contra Kayo Amado (Podemos)
  • Taboão da Serra (SP): Engenheiro Daniel (PSDB) contra Aprigio (Podemos)

 

 

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Impossível é só uma palavra que as pessoas usam para se sentirem melhor quando elas desistem!
    Vyse, Skies of Arcadia.

    Ainda vão ficar calados seus merdhas? NÃO VÃO FAZER NADA NÃO POHRRA! Se não, vocês ja morreram por dentro seus desgrahçados! Ou querem virar pó pra ter a desculpa de cair fora daqui? Ou vão vir com a aquela desculpa, estou velho demais pra isso? E os seus filhos? Não pensam neles não? BOHSTAS!

  2. O Doria Calcinha está louco, quer dizer, louca para retomar o lockdown. Anotem, um dia após a eleição, onde provavelmente seu capacho, também conhecido pelo mimado fecha comércio Covas, o povo será trancado novamente e os discursos de pânico e terror voltarão. Tudo pela vacina chinesa e a comissão por trás obviamente. Triste povo de SP que optou pelo PSDB e sua política de esquerda enrustida. Agora engulam e esperem mais quatro anos!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês