Em foto, Bolsonaro aparece andando no hospital: ‘Em breve, de volta a campo’

O presidente passará por uma nova avaliação clínica ainda hoje e deve iniciar a dieta líquida
-Publicidade-
Jair Bolsonaro caminha pelo hospital; recuperação segue evoluindo de forma satisfatória
Jair Bolsonaro caminha pelo hospital; recuperação segue evoluindo de forma satisfatória | Foto: Reprodução/Twitter

O perfil oficial de Jair Bolsonaro no Twitter publicou nesta sexta-feira, 16, uma foto do presidente andando pelos corredores do Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde ele está internado há dois dias para tratar de uma obstrução intestinal.

Na mensagem que acompanha a imagem, Bolsonaro agradece pelas orações por sua recuperação e afirma: “Em breve, de volta a campo, se Deus quiser!”.

Leia mais: “Bolsonaro deve voltar a se alimentar normalmente na sexta”

-Publicidade-

O presidente passará por uma nova avaliação clínica ainda hoje e deve iniciar a dieta líquida, de acordo com os prognósticos da equipe médica que o atende. A possibilidade de Bolsonaro ser submetido a mais uma cirurgia é cada vez mais remota.

Leia também: “Bolsonaro afasta possibilidade de nova cirurgia”

Segundo o último boletim médico divulgado pelo hospital, Bolsonaro apresenta “evolução clínica satisfatória”. Ainda não há previsão de alta, e um novo boletim pode ser divulgado a qualquer momento.

Obstrução intestinal — entenda o quadro de Bolsonaro

A obstrução intestinal ocorre quando há o bloqueio parcial ou total da passagem das fezes pelo intestino. Especialistas afirmam que a origem do quadro pode ser associada a diversos fatores como tumores, hérnias (saliências que aparecem pelo deslocamento de um órgão interno), aderências (partes do intestino que ficam coladas, formando uma cicatriz), síndrome do intestino irritável, prisão de ventre, entre outros. No caso do presidente, uma hipótese para o diagnóstico de obstrução intestinal são as aderências em razão das cirurgias anteriores a que ele se submeteu depois da facada que sofreu, em setembro de 2018, durante campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG).

O médico neurocirurgião Paulo Porto de Melo diz que é comum surgirem aderências, também chamadas de bridas no jargão médico, em pacientes submetidos a cirurgia intestinal. “As aderências são como ‘pontes’ que se grudam umas nas outras, impedindo a passagem de fezes e gases pelo trato intestinal.” O médico explica que as aderências surgem como parte de um “processo inflamatório e cicatricial intenso, especialmente após manipulações extensas, comuns em cirurgias por trauma.”

Leia também: “Quadro de saúde de Bolsonaro pode ter relação com a facada recebida em 2018”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. DEUS o povo está contigo PRESIDENTE, pode se levantar stf, câmara, senado, oab, mp, mpf, a esquerdalha declarada, nada irá te derrubar. Aguenta firme🙏🏾💪🏾🤝🏾

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site