-Publicidade-

Entidade de juízes poderá comprar vacina para familiares

Associação Nacional de Magistrados Estaduais poderá imunizar, também, seus membros
Decisão é do juiz Rolando Valcir Spanholo
Decisão é do juiz Rolando Valcir Spanholo | Foto: Divulgação/Flickr

A Associação Nacional de Magistrados Estaduais (Anamages) poderá importar vacinas contra a covid-19 de modo a imunizar associados e familiares. Provisória, a decisão é do juiz substituto da 21ª Vara do Distrito Federal Rolando Valcir Spanholo. A União e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) poderão recorrer. Conforme a Justiça, está liberado o acesso aos imunizantes, desde que tenham autorização da Anvisa e atendam a requisitos legais.

Portanto, retira-se a necessidade de a Anamages ter a liberação de compra pela Anvisa para aquisição e transporte dos produtos do exterior até o Brasil. “O vírus se espalha, ataca, gera sofrimento e mata. O vírus destrói empresas, empregos, estabilidade e gera fome. Acabamos tragados por uma confusa conjuntura política nacional que desfavoreceu a adoção de medidas eficazes para o controle da disseminação”, argumentou o magistrado, na decisão que beneficiou a entidade.

Leia também: “Covid-19: farmacêuticas anunciam remédio com 85% de eficácia”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Não sou contra que empresas, associações, instituições possam comprar e vacinar seus empregados ou associados e seus familiares. Mas, a aquisição das vacinas pelas associações dos magistrados será feita com os recursos advindos das contribuições dos associados ou os tribunais e Estados terão que repassar a verba ? Neste caso, utilização de verbas do orçamento dos tribunais, ainda que parcial, os demais funcionários públicos terão que aguardar o plano nacional de imunização?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.