Fiocruz recebe insumo para fabricar 12,2 milhões de doses da vacina da Oxford

Nova remessa completa a quantidade de matéria-prima necessária para a produção de 15 milhões de doses do imunizante
-Publicidade-
Em parceria, a farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford desenvolveram um imunizante contra a covid-19
Em parceria, a farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford desenvolveram um imunizante contra a covid-19 | Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) receberá neste sábado, 27, a segunda remessa do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), o princípio ativo para a fabricação da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford. O material será suficiente para produzir 12,2 milhões de doses do imunizante. O voo que trará o IFA ao Brasil partiu de Xangai, na China, às 7h35 de ontem, sexta-feira 26 (no horário local), e às 17h50 de hoje deve chegar ao aeroporto internacional do Galeão, na Ilha do Governador, de onde seguirá para o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fiocruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz). O produto é transportado à temperatura de -55 graus. A nova remessa completa a quantidade de insumos necessários para a produção de 15 milhões de doses da vacina, previstas para o mês de março. O primeiro lote de IFA chegou à Fiocruz em 6 de fevereiro, em quantidade suficiente para 2,8 milhões de doses que estão sendo fabricadas. As vacinas serão entregues ao Ministério da Saúde após o deferimento do registro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), cuja análise tem seguido de forma paralela à produção. Até junho, a Fiocruz deve receber lotes de IFA suficientes para produzir 100,4 milhões de doses da vacina

Leia também: “Tudo o que você precisa saber sobre a vacina da Oxford”

-Publicidade-

Com informações de Exame

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.