Forças Armadas lideram operação na fronteira com a Guiana Francesa

Ação combate crimes como tráfico de armas e munições
-Publicidade-
Foto: Fábio Massali/Agência Brasil
Foto: Fábio Massali/Agência Brasil | brasil - forças armadas - guiana francesa - operação ágata norte

Ação combate crimes como tráfico de armas e munições

brasil - forças armadas - guiana francesa - operação ágata norte
Foto: Fábio Massali/Agência Brasil

As Forças Armadas estão à frente de uma força-tarefa iniciada em outubro para combater crimes na fronteira do Brasil com a Guiana Francesa. Chamado de Operação Ágata Norte, o movimento visa inibir ações como infrações ambientais, tráfico internacional (animais silvestres, armas e munições) e garimpos ilegais.

-Publicidade-

O resultado parcial da operação já é de cerca de R$ 400 mil em perdas para os criminosos, informou a Agência Brasil a partir de dados divulgados pela 22ª Brigada de Infantaria de Selva, divisão do Exército baseada em Macapá.

Comandante da força terrestre da operação, o general Adilson Giovani Quint afirmou que a presença de autoridades inibe novas práticas criminosas. “[Esse é um] prejuízo [para os bandidos] no primeiro e segundo dia de operação, depois praticamente cessam”, garantiu. “Eles trocam informação entre eles e cessam o movimento. Até agora depois disso aí, nós temos tido resultados tangíveis pequenos”.

A Operação Ágata Norte ocorre nos Estados do Pará e Amapá, sobretudo na região de fronteira com a Guiana Francesa. Além das Forças Armadas, o movimento anticrime internacional conta com apoio de órgãos como Polícia Federal, Receita Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.