Governo deixa de exigir quarentena a não vacinados que entrarem no Brasil

Decisão faz parte de um pacote de medidas do Planalto para revogar as regras consideradas desnecessárias
-Publicidade-
É o fim da quarentena para não vacinados
É o fim da quarentena para não vacinados | Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil

O governo federal publicou uma portaria na sexta-feira 1º para retirar a obrigatoriedade de testes de covid-19 para vacinados que chegarem ao Brasil por via aérea ou marítima. Na prática, isso significa o fim da quarentena.

Assinaram o documento os ministros Ciro Nogueira, da Casal Civil; Anderson Torres, da Justiça e Segurança Pública; Marcelo Queiroga, da Saúde; e Marcelo Sampaio, da Infraestrutura.

De acordo com o texto, publicado em edição extra do Diário Oficial da União, passageiros que não completaram o esquema vacinal poderão ingressar no país por via aérea apenas com a apresentação de teste de covid-19 negativo. Já os brasileiros residentes no Brasil, que chegarem ao país por via terrestre, não terão de apresentar o comprovante de vacinação.

-Publicidade-

Anteriormente, quem entrava no país por voo internacional deveria apresentar tanto o resultado negativo quanto a carteira de vacinação. O passageiro que não tivesse a imunização deveria realizar quarentena de até 14 dias.

As novas regras são de efeito imediato. Elas acompanham a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com apenas uma exceção: o órgão sugeriu ao governo que adotasse as mudanças a partir de maio.

A portaria faz parte de um pacote de medidas do governo para revogar as regras consideradas desnecessárias.

Leia também: “O surreal baile de máscaras”, artigo de Augusto Nunes e Paula Leal publicado na Edição 104 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.