-Publicidade-

Governo do RS determina multa de R$ 4 mil para quem recusar o uso de máscara

Todo o Estado foi colocado na bandeira preta do plano de contenção à covid-19 do Rio Grande do Sul até o dia 21 de março
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB)
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) | Foto: Divulgação/Redes Sociais

Na sexta-feira 5, o governo do Rio Grande do Sul anunciou medidas para impor o uso de máscaras. Cidadãos que forem vistos sem o acessório serão advertidos. Em caso de recusa, eles serão multados em R$ 2 mil e, havendo reincidência, o valor da punição será dobrado — atingindo R$ 4 mil.

O novo decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial na noite de ontem. O documento também permite a interdição de estabelecimento, cancelamento de permissão ou alvará de funcionamento e a aplicação de multas às empresas que não cumprirem as determinações — os valores aplicados vão de R$ 2 mil até R$ 1,5 milhão e podem ser duplicados em casos reincidentes.

A pandemia no Rio Grande do Sul

Todo o Estado foi colocado na bandeira preta do plano de contenção à covid-19 do Rio Grande do Sul até o dia 21 de março. Deste modo, todas as regiões estão sob as medidas mais restritivas previstas pela autoridades sanitárias locais. Salões de beleza, barbeiros e clínicas de estética estão impedidos de funcionar. A circulação dos cidadãos está proibida entre às 20h e 5h. O bares, restaurantes, lanchonetes e sorveterias ficam fechados e podem funcionar apenas através de pegue e leve, com somente 25% dos funcionários trabalhando no local. Academias de condomínios não podem ser utilizadas. Os esportes aquáticos e os banhos no mar ou em rio estão proibidos.

Há falta de leitos nas Unidades de Terapia Intensiva para os pacientes com a covid-19 no Estado. Segundo o data SUS, cerca de 1,1 acomodações deste tipo foram abertas nos hospitais gaúchos entre 2020 e janeiro de 2021. Desde o começo da pandemia, o governo federal enviou R$ 2 bilhões à Saúde do Rio Grande Sul para serem usados exclusivamente no combate ao coronavírus — a verba corresponde ao valor suficiente para implantar aproximadamente 11 mil vagas de UTI.

Quer saber mais sobre os números da pandemia? Leia “O novo totalitarismo”, reportagem de capa da Edição 50 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 comentários

  1. O problema e que esse FDP Baby que e arrecadar nem que seja as custa do povo esse desgraçado tem que ser tirado com urgencia do governo do estado e so nos resta uma saida ou partimo com tudo pra cima deles ou e assembleia legistava tome uma deciçao de colocar esse coisa pra fora do palacio piratini nao podemos se acovardar ou vamos nos tornar escravo dessa coisa pq nem de homen vc pode chamar esse traste

    1. PL 293/2020 do Deputado Estadual Eric Lins está na CCJ da Assembleia Legislativa, que Limita as Ações desse Governador Cretino….Chega de PSDB.

  2. Dêem-nos os salários, os privilégios e os planos de saúde do alto funcionalismo público, que aceitaremos numa boa eternos lockdows.

    1. Enquanto esbravejamos, eles agem. O STF renovou a autorização para prefeitos e governadores, tirando a autonomia do governo central. Nós falamos e falamos, eles agem!

  3. A coisa já saiu do controle, os aspirantes a Hitler estão tento orgasmos ao retirar todos os direitos fundamentais das pessoas criando leis sem amparo no Código Penal. Governador não é legislador, não pode inventar arbitrariedades e sair multando. O Leite é um ser desprezível, um anormal (vocês sabem o que estou falando) com delírios de poder financiado pelo Soros que sonha ser o novo Presidente do Brasil. Um ser asqueroso como ele JAMAIS se elegerá para nada, que volte para Pelotas para continuar sua vida depravada e imoral.

    1. Atônitos, vamos nos acomodando
      , pois desunidos não desMASCARAmos esses vagabundos oficiais.
      Já passou da hora das FFAA manifestarem sua posição, ainda que seja contrária ao que a maioria da população possa concordar, certo que se trata da ÚNICA INSTITUIÇÃO CONFIÁVEL NESTE PAÍS FEDERATIVO.
      Ainda!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.