Governo obtém R$ 106 milhões com primeira privatização portuária do país

Fundo de investimentos deve injetar R$ 850 milhões na Companhia de Docas do Espírito Santo pelos próximos 35 anos
-Publicidade-
Trata-se da primeira desestatização feita no país de uma companhia docas
Trata-se da primeira desestatização feita no país de uma companhia docas | Foto: Wenderson Araújo/Agência Brasil

O governo federal conseguiu realizar a primeira privatização portuária do país na quarta-feira 30. Isso porque o fundo de investimentos Shelf 119 Multiestratégia, da gestora Quadra Capital, arrematou a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa).

Pelos próximos 35 anos, a Shelf será a responsável pela gestão da administradora dos portos de Vitória e de Barra do Riacho. A previsão de investimentos é de R$ 850 milhões, sendo R$ 335 milhões na ampliação dos dois portos. O contrato prevê também a possibilidade de exploração de novas áreas no entorno das infraestruturas já construídas.

O fundo de investimentos vencedor da primeira privatização portuária do país ofertou uma outorga no valor de R$ 106 milhões pela concessão.

-Publicidade-

“Nosso objetivo com a privatização nunca foi auferir outorga, sempre foi a contratação do investimento, a melhoria do serviço e o aumento da eficiência”, disse o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, em coletiva de imprensa, depois do leilão.

“Quando fazemos a transferência para a iniciativa privada, já atingimos o nosso objetivo”, observou Tarcísio. “Contratamos quase R$ 1 bilhão de investimentos, o que vai dar potência e muito mais eficiência ao porto.”

O presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social, Gustavo Montezano, disse que esse leilão serve de referência para outras privatizações no país.

Leia também: “O fim do gargalo da infraestrutura”, reportagem publicada na Edição 27 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.