Governo pretende antecipar o 13º salário de aposentados e pensionistas

Orçamento de 2021 deve ser votado nesta quinta-feira, 25
-Publicidade-
O ministro da Economia, Paulo Guedes
O ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: Marcos Corrêa/PR

De acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o governo pretende antecipar o 13º salário de aposentados e pensionistas. A decisão deve acelerar a injeção de R$ 50 bilhões na economia brasileira assim que o Orçamento de 2021 for aprovado no Congresso — a votação está prevista para esta quinta-feira, 25.

“Aprovado o orçamento, podemos disparar imediatamente a antecipação dos benefícios de aposentados e pensionistas”, disse Guedes, hoje, à Comissão Temporária de Covid-19 do Senado. “Ou seja, R$ 50 bilhões vem de dezembro para agora”.

-Publicidade-

Segundo a CNN, o economista afirmou que vai reformular o programa de seguro-desemprego, mas ponderou que a medida causará “um pouco mais de dificuldade na retomada do crescimento e um pouco mais de despesa” — a proposta previa pagar R$ 500 por mês a cada trabalhador, ao longo de 11 ou 12 meses, para preservar empregos e auxiliar as pequenas e médias empresas.

Leia também: “Brasil pode virar Argentina em seis meses, alerta Guedes”

 

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

      1. Leve sua indignação sabe para onde ? Aquelas 3 letrinhas. A equipe econômica faz o que pode, agora mágica, ainda não conseguem.

  1. Muda o seguro desempregado que já chegou a 6 parcelas e hoje no máximo e 5 parcelas ou diminua o valor, que em 2022 Bolsonaro perderá para o PT.
    LULA FE NOVO OU OUTRO

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.