Governo vai investir R$ 50 milhões em centro de tecnologia da UFMG

Objetivo é ampliar a infraestrutura para o desenvolvimento de vacinas
-Publicidade-
Ministro Marcos Pontes <i>(à dir.)</i> e secretário de Pesquisa e Formação Científica do MCTI, Marcelo Morales | Fonte: Divulgação/MCTI
Ministro Marcos Pontes (à dir.) e secretário de Pesquisa e Formação Científica do MCTI, Marcelo Morales | Fonte: Divulgação/MCTI

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações anunciou que vai investir R$ 50 milhões para que o Centro de Tecnologia em Vacinas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) se torne a “Oxford brasileira”, em referência à universidade britânica responsável pelo desenvolvimento do imunizante da AstraZeneca.

Leia também: “Covid-19: vacina brasileira poderá ser incluída no PNI, afirma ministro Marcos Pontes”

“Criamos uma parceria entre o ministério e a UFMG para desenvolver o Centro Nacional de Vacinas. Vamos entrar com R$ 50 milhões para que tenhamos tipo a Oxford brasileira”, afirmou o ministro Marcos Pontes. O objetivo, segundo o titular da pasta, é ampliar a infraestrutura para desenvolver vacinas.

-Publicidade-

Para dar andamento às pesquisas da UFMG, a prefeitura de Belo Horizonte assinou um termo de patrocínio de R$ 30 milhões.

Leia mais: “Covid-19: Butantan recebe 2 mil litros de IFA da CoronaVac”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro