-Publicidade-

‘Instituíram o AI-5 no Brasil’, diz o jurista Modesto Carvalhosa sobre o STF

O fato é que os ministros se afastaram da finalidade precípua do Poder Judiciário, que é fornecer aos cidadãos a segurança da lei [caption id="attachment_292669" align="alignnone" width="2000"] O presidente do…
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: NELSON JR./SECOM/STF
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: NELSON JR./SECOM/STF | O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: NELSON JR./SECOM/STF

O fato é que os ministros se afastaram da finalidade precípua do Poder Judiciário, que é fornecer aos cidadãos a segurança da lei

toffoli
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: NELSON JR./SECOM/STF

O Supremo Tribunal Federal continua atentando contra a liberdade de expressão. Seja por conta do bloqueio de contas no Twitter e Facebook, seja pelo inquérito que apura supostas ameaças e notícias falsas contra membros da Corte, o fato é que os ministros se afastaram da finalidade precípua do Poder Judiciário, que é fornecer aos cidadãos a segurança da lei.

“O Supremo Tribunal Federal critica o pessoal que quer o AI-5 — aliás, com toda a razão, porque ninguém pode querer o AI-5 —, mas eles, pela portaria 69 [que deu origem ao inquérito das fake news], instituíram o AI-5 no Brasil”, diz Modesto Carvalhosa. A atuação dos ministros do STF é tema da entrevista realizada com o jurista Modesto Carvalhosa, que tratou dessa e de outras questões na reportagem de capa da mais nova edição da Revista Oeste. 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.