Jornal Agora São Paulo chega ao fim, anuncia Grupo Folha

Decisão 'seguiu critérios econômicos baseados em dados de circulação e publicidade', afirma a Folha
-Publicidade-
Jornal Agora São Paulo | Foto: Reprodução
Jornal Agora São Paulo | Foto: Reprodução

O Grupo Folha anunciou nesta quarta-feira, 24, que o jornal Agora São Paulo deixará de circular a partir do próxima segunda-feira, 29 de novembro.

O periódico de caráter popular privilegia a cobertura da economia, em especial assuntos sobre previdência e serviços públicos.

-Publicidade-

Segundo o Grupo Folha, a decisão “seguiu critérios econômicos baseados em dados de circulação e publicidade”.

“Será oferecida ao leitor do jornal a possibilidade de migrar para a Folha. Também será facultado aos jornalistas se transferirem para a Redação da Folha”.

O Agora começou a circular em 22 de março de 1999, substituindo a Folha da Tarde. Sua seção mais conhecida era a “Defesa do Cidadão”, especializada em esclarecer dúvidas enviadas pelos leitores.

Segundo o Instituto Verificador de Circulação (IVC), desde dezembro de 2019, o Agora São Paulo perdeu quase 20.000 assinantes na versão impressa. Eram 51.467. Em outubro deste ano, fechou com 32.517.

De acordo com o portal Comunique-se, especializado na cobertura da imprensa, a perda de assinantes ocorreu durante a gestão de Sérgio Dávila como diretor de redação da Folha de S.Paulo.

Ele assumiu o cargo em maio de 2019 e, na mesma semana, o jornal anunciou as demissões de 18 jornalistas. Na ocasião, o executivo garantiu que a empresa de comunicação estava “financeiramente saudável”.

O Comunique-se ainda afirma que para jornalistas que ajudam a tocar o dia a dia do Agora São Paulo, um problema pode surgir na informação de “ir” para a redação da Folha.

De acordo com o próprio Grupo Folha, as equipes dos dois jornais já trabalham de forma unificada desde abril de 2018 — ocasião em que cerca de 10 profissionais foram demitidos.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.