Jornalistas da Abril, O Globo, Folha e Estadão decidem cruzar os braços

Prevista para a semana que vem, paralisação deve durar quatro horas por reajuste salarial
-Publicidade-
Hoje, haverá nova tentativa de negociação
Hoje, haverá nova tentativa de negociação | Foto: Divulgação/Foto: Abrap

Duzentos e trinta jornalistas que trabalham nos jornais Valor Econômico, Folha de S.Paulo Estadão e na Editora Abril vão cruzar os braços na terça-feira 23. A paralisação deve durar quatro horas. É o que informou o sindicato que representa a categoria.

Segundo a entidade, os profissionais reivindicam a “reposição escalonada de seus salários”, com base na inflação do período, de 8,9% (de junho de 2020 a maio de 2021), conforme o Índice de Preços ao Consumidor, sendo 5% retroativo à data-base e 3,9% na folha de novembro.

Depois de interromperem o trabalho por duas horas na semana passada, os jornalistas informaram que, até o momento, não houve contraproposta por parte das empresas. Às 15 horas desta sexta-feira, 19, haverá uma reunião entre o Sindicato dos Jornalistas e a entidade patronal.

-Publicidade-

Leia trecho do documento

“Comunicamos às empresas que uma nova paralisação foi aprovada, para a próxima terça-feira (23 de novembro). Dando prosseguimento à nossa mobilização, o período de manifestação será de quatro horas. 

Entretanto, as e os jornalistas permanecem dispostos a conversar e avançar efetivamente para o fechamento de um acordo satisfatório. Desta maneira, solicitamos uma nova mesa de negociação entre o Sindicato dos Jornalistas e o Sindjore para a próxima sexta-feira (19), às 15 horas.

Caso haja uma nova proposta das empresas, uma assembleia será imediatamente convocada para apreciar a questão.”

Leia também: “Globo inquieta”, reportagem publicada na Edição 85 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.