-Publicidade-

‘Kit intubação’ é responsabilidade de Estados e municípios, diz Saúde

Governo garante que monitora de perto a situação e promete novas reuniões durante a semana; especialistas veem risco de desabastecimento
Falta de medicamentos para o chamado 'kit intubação' preocupa Estados e municípios
Falta de medicamentos para o chamado 'kit intubação' preocupa Estados e municípios | Foto: Governo do Estado de São Paulo/flickr

O Ministério da Saúde divulgou uma nota nesta segunda-feira, 22, em que trata dos medicamentos do chamado “kit intubação”, para pacientes com covid-19 internados em estado grave. Em meio ao risco de desabastecimento desses produtos no país, a pasta afirma que a responsabilidade pela aquisição dos itens é dos Estados e municípios, mas garante que monitora de perto a situação e fornece informações necessárias às administrações estaduais e municipais.

Leia mais: “Ministério da Saúde anuncia medidas para evitar falta de oxigênio hospitalar”

“Em relação aos medicamentos do chamado ‘kit intubação’ (IOT), cuja aquisição é de responsabilidade de Estados, Distrito Federal e municípios, o Ministério da Saúde, em reforço às ações das unidades da Federação, monitora, de forma inovadora, toda a rede SUS, semanalmente, desde setembro de 2020”, diz o comunicado do governo federal. Segundo o texto, o ministério “envia informações da indústria e de distribuidores para que Estados possam realizar a requisição”.

Leia mais: “Ministério da Saúde autoriza aplicação imediata de vacinas reservadas para 2ª dose”

Ainda segundo a pasta, foram realizadas reuniões no fim de semana para avaliar a situação de cada Estado no enfrentamento da pandemia. Novos encontros estão programados para esta semana, diz o governo, “com representantes das indústrias de medicamentos, para alerta e pedido de auxílio efetivo nas soluções emergenciais elaboradas com o intuito de salvar vidas”.

Leia também: “Pazuello fala em ‘dobrar a aplicação’ de vacinas nesta semana”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.