Lewandowski autoriza secretária do Ministério da Saúde a ficar em silêncio sobre Manaus

Ministro do Supremo Tribunal Federal determinou que Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho da pasta, deve responder a todas as demais perguntas durante a sessão da CPI
-Publicidade-
Mayra Pinheiro será ouvida na terça-feira 25 pela CPI da Covid no Senado
Mayra Pinheiro será ouvida na terça-feira 25 pela CPI da Covid no Senado | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, a permanecer em silêncio durante seu depoimento à CPI da Covid, marcado para terça-feira 25, caso seja questionada sobre o colapso do sistema de saúde em Manaus (AM).

O magistrado determinou, por outro lado, que ela deve responder a todas as demais perguntas durante a sessão. Inicialmente, o ministro havia negado o pedido de habeas corpus apresentado pelos advogados de Mayra, mas, como noticiamos ontem, a defesa da secretária entrou com uma solicitação junto ao STF pedindo para que seja garantido à depoente o direito de não ser submetida a ‘constrangimentos físicos ou morais” durante a oitiva.

-Publicidade-

Leia mais: “Secretária do Ministério da Saúde vai ao STF para evitar ‘constrangimentos’ em CPI”

“Diante das alegações e dos documentos agora apresentados, esclareço que assiste à paciente o direito de permanecer em silêncio — se assim lhe aprouver — quanto aos fatos ocorridos no período compreendido entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, objeto da Ação de Improbidade Administrativa acima mencionada, em que figura como ré, devendo, quanto ao mais, pronunciar-se sem reservas, especialmente acerca de sua atuação na Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde, vinculada ao Ministério da Saúde”, assinala Lewandowski em seu despacho.

Leia também: “Mourão, sobre Pazuello: ‘Firme, seguro e não deixou nada sem resposta’”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

  1. Vá lá Mayra, seja firme em suas repostas como o fez o general Pazuello, e não se deixe levar por ameaças desses vagabundos. Lembre-se sempre que ali só tem cafajestes, apenas tem que tomar cuidado para não cair em pegadinhas, gesto típico desse tipo de gente.

  2. Que dia vai começar o escrutínio das famílias Aziz, Calheiros e Barbalho?
    Não sobrarão nem netos prá representar as futuras gerações desses patifes lesa-pátria.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site