Maioria dos brasileiros pretende tomar vacina contra a covid-19

É o que informa levantamento divulgado hoje pelo Instituto Paraná Pesquisas
-Publicidade-
Guerra da vacina está entre destaques do noticiário da semana | Foto: Canva
Guerra da vacina está entre destaques do noticiário da semana | Foto: Canva | vacina - paraná pesquisas - covid-19 - guerra da vacina

É o que informa levantamento divulgado hoje pelo Instituto Paraná Pesquisas

vacina - paraná pesquisas - covid-19
Foto: CANVA
-Publicidade-

Mais de 61% da população brasileira está à espera de uma vacina para se defender da covid-19. É o que revela o levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas divulgado nesta segunda-feira, 14.

Leia mais: “Vacina da Oxford não foi causa de reação adversa em paciente”

De acordo com a pesquisa, a maioria dos entrevistados respondeu “sim” ao questionamento se pretende tomar um imunizante como forma de se prevenir do contágio do vírus chinês. Outros 27% colocaram uma condição. Afinal, sinalizaram que poderão tomar, mas que depende do país responsável pelos testes. Por fim, 9% garantiram que não irão se imunizar contra o novo coronavírus.

pesquisa - vacina contra a covid - 1

Vacina obrigatória

Responsável por entrevistar mais de 2 mil pessoas espalhadas em todas as cinco regiões do país, a equipe do Instituto Paraná Pesquisas lançou outra pergunta: se a vacina contra a covid-19 deve ser obrigatória no país. A maioria se colocou favorável a obrigatoriedade, com 55% das respostas.

pesquisa - vacina contra a covid - 2

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Acho uma decisão arbitrária, especialmente se a vacina vier dos comunistas chineses (aquela que o dória quer), os mesmos que esconderam essa merda do mundo até ela se espalhar. Aliás, o q aconteceu com o “meu corpo, minhas regras”? Ah esqueci, só vale para aborto.

  2. Quem quiser tomar, que vá no posto de saúde e tome! Mas não podem obrigar os que não querem tomar uma vacina.

    Se a vacina imuniza quem a toma, então não serão afetados por quem não a tomar.

    Em outras palavras, quem não tomar a vacina não irá prejudicar quem a tomar, cada um assume o seu próprio risco, mas não obrigue quem não quer a tomar uma vacina criada em tão pouco tempo.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site