Marco Aurélio afirma que CPI da Covid é ‘palco político’

Para o decano do STF, parlamentares têm sido agressivos com testemunhas na comissão
-Publicidade-
O decano do STF, Marco Aurélio Mello, criticou a condução dos trabalhos da CPI da Covid
O decano do STF, Marco Aurélio Mello, criticou a condução dos trabalhos da CPI da Covid | Foto: Divulgação/Agência Brasil

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), criticou a condução dos trabalhos da CPI da Covid, instalada no Senado para investigar as ações do governo federal no enfrentamento da pandemia. Segundo o magistrado, o tratamento dado por parlamentares às testemunhas que comparecem à comissão não é o mais correto.

“Fico pasmo com algumas colocações, inicialmente quanto a forma de tratar [os depoentes], às vezes abandonando a urbanidade com os convocados”, disse o ministro em entrevista à rádio CBN. “Mas é o sistema, sabemos que o Senado é uma casa política, como é a Câmara, e há essa visão prospectiva visando ao êxito na eleição seguinte, onde cada qual quer aparecer mais do que o outro”, completou. Para Marco Aurélio, a CPI é “muito mais um palco político” do que uma comissão de investigação.

Leia mais: “Marco Aurélio Mello completa 31 anos no STF”

-Publicidade-

O ministro do STF fez críticas ao comportamento do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia. “Quando ele menosprezou a crise de saúde, deu um péssimo exemplo e não estimulou a população a tomar cuidados com a pandemia”, afirmou. “Mas ele foi eleito com 57 milhões de votos.”

J. R. Guzzo: “O objetivo do STF é governar o país sem a necessidade de ganhar eleições”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 comentários

      1. É realmente um palco, cujos palhaços são o Presidente, o vice e o relator.

  1. Minha dúvida… Os depoimentos não importam, pois o relatório final da CPI está pronto. E daí? O que aontece se o relatório mandar prender o Pazzulelo?

    1. O Ministro Marco Aurélio disse que Bolsonaro menosprezou a pandemia , mas exatamente Bolsonaro que em fevereiro de 2020 pediu uma declaração de emergência sanitária para barrar o carnaval já visando a pandemia e como sempre foi muito criticado na época , o Ministro Marco Aurélio vai embora e não deixa saudades nenhuma

  2. Esse aí é um moralista da bunda suja, fica mordendo e assoprando. Pena que as Forças Armadas são COVARDES e não se impõem, deixam os biltres do STF e do Congresso darem as cartas no país. Vergonhoso tudo isso.

  3. No ocaso da vida publica quer dá uma de justo, de imparcial? Desde há muito tem comportamento antidemocrático, mesquinho, parcial, pró bandidos. Agora é tarde, Inês é morta! Quero mais é que se exploda, que caia no esquecimento, no ridículo, tal qual sua empostação vocal afetada, enfim, que vá para além do raio que o parta!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site