Marco Aurélio Mello critica convocação de governadores na CPI

Ministro do Supremo Tribunal Federal afirma que esfera para análise de eventuais irregularidades de gestores estaduais não é o Senado; magistrado fala em atuação 'equivocada' de CPI
-Publicidade-
O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, criticou a convocação de governadores pela CPI da Covid
O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, criticou a convocação de governadores pela CPI da Covid | Foto: José Cruz/Agência Brasil

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), criticou a convocação de governadores para prestarem depoimento à CPI da Covid no Senado. O magistrado afirmou que cabe à Justiça de cada Estado, e não aos senadores, analisarem se houve irregularidades praticadas pelos gestores estaduais durante a pandemia de covid-19.

“Eu não vejo como tenham aprovado agora a convocação de governadores. Eu creio que tem alguma coisa equivocada em termos de atuação da comissão parlamentar de inquérito”, afirmou Marco Aurélio em entrevista ao canal do historiador Marco Antonio Villa no YouTube.

-Publicidade-

Leia mais: “Randolfe sabe ou ignora que a CPI não pode convocar o presidente da República?”

“Mas precisamos aguardar qual vai ser o convencimento da maioria que virá a se formar no âmbito do Supremo [Tribunal Federal]. Continuo convencido de que CPI federal, existente na Câmara ou no Senado, não pode convocar governador. É claro que a CPI atua na investigação, mas quando se tem um envolvimento com governador de Estado, a seara para apurar se há responsabilidade, é outra”, completou o ministro.

Leia também: “Governadores avaliam ir ao STF para impedir convocação de CPI”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

10 comments

  1. Causa-me pasmo como esse tal de essetêefe só defende bandidos. Já passou da hora de as FAS intervirem, e fechar essa corte PTista. Ainda bem que esse sujeitinho está prestes a pendurar as chuteiras. Menos um para atenazar o brasileiro honesto e pagador de impostos.

  2. O Ministro está correto, o Senado não tem competência constitucional para inquirir ou investigar governadores, apenas as Assembleias legislativas tem essa prerrogativa legal! Essa convocação da CPI irá cair por terra se o STF for provocado pelos governadores.

  3. É sempre a mesma coisa, ….uma articulação verbal para liberar corruptos e bandidos que têm dinheiro para pagar a conta…… Quando estudei Direito aprendi que todo o crime deveria ser apurado até de ofício para garantir a segurança das instituições e do Estado, ….. infelizmente esse magistrado pensa que criminoso tem mais direitos do que o cidadão comum…… Dá uma tristeza profunda ver que todo o trabalho da policia, dos orgãos de fiscalização e de todo o aparato do Estado é jogado no lixo por canetadas simples de gente que se julga acima da Lei, da ordem, do Estado e de toda a sociedade…… Liberam toda a sorte de criminosos, traficantes, políticos corruptos, mas prendem que expõe sua opinião publicamente….. Vivemos num Estado dominado pelo crime organizado…..

    1. Aí é que mora o problema, nada está acima da lei, mas a lei foi feita pelos próprios bandidos para proteger bandidos. Quando a lei não cumpre seu objetivo de proteger a sociedade só resta o uso da força do Estado.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site