‘Megaferiado’ decretado por Covas não muda índice de isolamento

Nos três primeiros dos dez dias consecutivos de feriado na capital, não houve grandes alterações no distanciamento social
-Publicidade-
Índices de isolamento social em São Paulo não mudaram nos primeiros dias do 'megaferiado'
Índices de isolamento social em São Paulo não mudaram nos primeiros dias do 'megaferiado' | Foto: Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo

A tentativa do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), de diminuir a circulação dos paulistanos nas ruas e aumentar o distanciamento social com o “megaferiado” de dez dias entre sexta-feira 26 e o domingo de Páscoa, dia 4 de abril, não vem funcionando até aqui. Segundo levantamento do jornal Agora SP, os índices de isolamento registrados no primeiro fim de semana do feriado se mantiveram praticamente os mesmos em relação aos da semana anterior.

Leia mais: “Doria e Covas batem boca sobre novas restrições em São Paulo”

-Publicidade-

Na sexta-feira 26, por exemplo, o isolamento social ficou em 42% na capital e 43% no Estado — exatamente os mesmos porcentuais verificados uma semana antes, em 19 de março. No sábado 27, a capital registrou 45% de isolamento (ante 46% do sábado anterior) e, no domingo 28, o índice foi de 50% (contra 51% de sete dias atrás). No Estado, o isolamento oscilou 1 ponto para baixo no sábado 27, de 47% para 46%. No domingo 28, o porcentual foi de 51%, ante 50% de sete dias antes.

Leia também: “Após série de protestos, Doria diz que vai morar no Palácio dos Bandeirantes”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.