-Publicidade-

Ministério da Saúde autoriza aplicação imediata de vacinas reservadas para 2ª dose

Estratégia do governo federal é imunizar o maior número de brasileiros no momento em que a pandemia se agrava no país
Com mais vacinas à disposição, governo federal mudou a recomendação para aplicação das doses
Com mais vacinas à disposição, governo federal mudou a recomendação para aplicação das doses | Foto: José Marcos/Enquadrar/Estadão Conteúdo

O Ministério da Saúde autorizou neste domingo, 21, que todas as vacinas contra a covid-19 que estão armazenadas por Estados e municípios para a segunda dose sejam utilizadas imediatamente para a primeira dose. As informações são da TV Globo. A estratégia do governo federal é imunizar o maior número possível de brasileiros no momento em que a pandemia de covid-19 se agrava no país.

Leia mais: “Brasil negocia com os Estados Unidos importação de vacinas de Oxford”

Em nota, a pasta informou que “a medida já vinha sendo estudada há cerca de duas semanas e foi atendida após garantia da segurança das entregas por parte dos fornecedores”. Com a garantia de mais vacinas, segundo o ministério, não há risco de falta de imunizantes para as pessoas que já receberam a primeira dose e estão à espera da segunda.

No sábado 20, o Ministério da Saúde anunciou a distribuição de mais 5 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 para Estados e municípios brasileiros. Neste domingo, 21, o governo receberá mais 1 milhão de doses adquiridas por meio do consórcio global Covax Facility — uma aliança global coordenada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que reúne 191 países. O acordo do Brasil prevê a aquisição de 42 milhões de doses.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Creio ser possível porque neste instante, a maior quantidade em oferta é da Coronavac que pede 2a. dose entre 3 a 4 semanas e esta com plena capacidade produtiva no Butantã, e a da Fiocruz após 3 meses. Tem lógica e extremamente necessário.

  2. Parece lógico.
    Só não é justo as FFAA do meus País, deixarem os opositores fazerem-nos entender, que FERNANDINHO BEIRA MAR será o próximo presidente do puteiro!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.