MP-SP denuncia Fernando Cury por importunação sexual contra Isa Penna

Denúncia foi apresentada pelo procurador-geral de Justiça, Mário Sarrubbo; Alesp suspendeu o mandato do parlamentar por 180 dias
-Publicidade-
O deputado estadual Fernando Cury, do Cidadania, pode responder criminalmente por importunação sexual
O deputado estadual Fernando Cury, do Cidadania, pode responder criminalmente por importunação sexual | Foto: Arquivo/Alesp

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) ofereceu denúncia à Justiça contra o deputado estadual Fernando Cury (Cidadania-SP) por importunação sexual contra sua colega Isa Penna, do Psol. Durante uma sessão da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) realizada em dezembro do ano passado, o parlamentar foi flagrado apalpando a colega.

Nesta semana, a Alesp aprovou, por unanimidade, uma resolução que determina a suspensão do mandato de Cury por 180 dias — foram 86 votos a favor e nenhum contra. O parlamentar não teve o mandato cassado.

-Publicidade-

Leia mais: “Alesp suspende Fernando Cury por 6 meses por assédio a Isa Penna”

A denúncia do MP-SP foi apresentada pelo procurador-geral de Justiça, Mário Sarrubbo. Se for aceita, o deputado se tornará réu. “O deputado Fernando Henrique Cury agiu com clara intenção de satisfazer sua lascívia, praticando atos que transcenderam o mero carinho ou gentileza, até porque não tinha nenhuma amizade, proximidade ou intimidade com a vítima, violando assim, também, o seu dever funcional de exercer o mandato com dignidade”, diz o procurador na petição à Justiça.

Leia também: “Conselho de Ética da Alesp pede suspensão de 4 meses para deputado acusado de assédio”

O advogado de Cury, Roberto Delmanto Júnior, afirmou que seu cliente irá “defender-se perante o Tribunal de Justiça de São Paulo, demonstrando que jamais cometeu crime de importunação sexual contra a deputada Isa Penna”.

Fernando Cury também está na mira do próprio partido. O Cidadania decidiu afastar o deputado, ainda em dezembro, mas o processo está interrompido pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal após recurso da defesa do parlamentar. A legenda recorreu e aguarda decisão final da Justiça.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. O cara aí é um trem desatipado e, além disso, conseguiu uma proeza: ser punido por dar uma cantada numa deputada das mais barangas.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.