-Publicidade-

No Rio, Polícia Militar será usada para impedir comemoração do Carnaval

Para garantir a ação, férias e folgas dos agentes foram suspensas
Pontos de bloqueio impedirão o acesso de ônibus fretados em vias expressas estratégicas da capital fluminense
Pontos de bloqueio impedirão o acesso de ônibus fretados em vias expressas estratégicas da capital fluminense | Foto: Polícia Militar do Rio de Janeiro/Redes Sociais

No Estado do Rio de Janeiro, a Polícia Militar será usada para dispersar aglomerações durante o período em que ocorreriam às comemorações do carnaval em 2021. Em todo o território Estadual, entre os dias 13 (sábado) e 16 (terça-feira), cerca de 2 mil viaturas estarão circulando e 14 mil agentes serão mobilizados. Para garantir a ação, férias e folgas dos policiais foram suspensas. Nas rodovias federais, haverá uma parceria com a Polícia Rodoviária Federal.

Leia também: “Covid-19: governo de SP suspende feriado do Carnaval em todo o Estado”

Na capital, a ação contará com o reforço de guardas municipais e agentes do Departamento de Transportes Rodoviários. Pontos de bloqueio impedirão o acesso de ônibus fretados em vias expressas estratégicas da capital fluminense — como Linha Amarela, Transolímpica, Trevo das Missões e Grota Funda. A orla e áreas centrais da cidade terão o patrulhamento reforçado.

O Batalhão de Polícia de Choque reforçará a patrulha na Região dos Lagos. Agentes das Rondas Especiais e Controle de Multidões (Recom) e do Grupamento Especial Tático em Motopatrulhamento (Getem) atuarão nos municípios de Niterói e Itaboraí na Região Metropolitana — no trecho da Rodovia BR-101 Norte que fica entre os municípios de Niterói e Itaboraí.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Os governadores atiram para qualquer lado que se mova. Quanto maior o impacto seus atos maior sentimento de poder é povo no CABRESTO!
    Esses são os gestores de meia pataca!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês