-Publicidade-

Nos últimos 3 meses, apreensão de drogas nas fronteiras bate recorde

Criminosos tiveram prejuízo de R$ 525,1 milhões
Operação das polícias é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública | Foto: DIVULGAÇÃO/MJSP
Operação das polícias é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública | Foto: DIVULGAÇÃO/MJSP

Criminosos tiveram prejuízo de R$ 525,1 milhões

nos últimos
Operação das polícias é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública
Foto: DIVULGAÇÃO/MJSP

Entre 29 de abril e 31 de julho deste ano, o governo Bolsonaro apreendeu nas fronteiras e divisas do país 261 toneladas de drogas: maconha, cocaína, haxixe e outros entorpecentes. De janeiro a março, 34 toneladas foram retidas pela polícia. É o que informa o mais recente levantamento do Ministério da Justiça e Segurança Púbica (MJSP). A ação é fruto da Operação Hórus, que ocorre no âmbito do Programa Nacional de Segurança das Fronteiras e Divisas, presente em 11 Estados. A força-tarefa é composta de cinco mil agentes de segurança pública federal, estadual e municipal.

Leia também: ‘Bens de traficantes agora são usados no combate ao crime’, diz secretário do MJ

Nos últimos três meses, foram apreendidos 24,8 milhões de maços de cigarro, 261 toneladas de drogas, 76 embarcações, mil veículos e 1,4 mil pessoas envolvidas no tráfico. Além disso, os criminosos tiveram prejuízo de R$ 525,1 milhões por causa da ação da polícia, que evitou a venda ilegal dos produtos. “Esse resultado é fruto da atuação integrada entre as instituições envolvidas e os operadores de segurança pública presentes em onze estados da federação”, afirmou Eduardo Bettini, coordenador-geral de Fronteiras da Secretaria de Operações Integradas do MJSP.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. E o ex ministro da justiça teima em manter a narrativa de q o atual governo não combate à corrupção. Pra ele a corrupção é só da Petrobras, e se tiver algum inimigo do PSDB e do DEM no meio não precisa nem ter provas, pode prender na hora.

  2. As drogas destroem famílias inteiras, não só o viciado na casa. Este é um dos resultados positivos do governo Bolsonaro que precisa de mais ampla divulgação. Merece aplausos. E que continue incansável no combate às drogas e aos traficantes

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês