O Brasil precisa de M4T3M4T1C4

'Deixamos a matemática para técnicos e especialistas, encarregados de fazer com que as coisas funcionem. E voltamos para a interminável guerra de opiniões nas redes sociais', afirma Dagomir Marquezi na Revista Oeste
-Publicidade-
'Vivemos numa época de politização rasa, opiniões abstratas sobre tudo e considerações estéticas. Não ligamos muito para os números'
'Vivemos numa época de politização rasa, opiniões abstratas sobre tudo e considerações estéticas. Não ligamos muito para os números' | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em sua coluna publicada na Edição 60 da Revista Oeste, Dagomir Marquezi reafirma a importância do ensino – tradicional, não militante – da matemática nas escolas brasileiras. “Vivemos numa época de politização rasa, opiniões abstratas sobre tudo e considerações estéticas. Não ligamos muito para os números. Deixamos a matemática para técnicos e especialistas, encarregados de fazer com que as coisas funcionem. E voltamos para a interminável guerra de opiniões nas redes sociais”, diz.

O colunista afirma que um povo que não sabe usar uma planilha está condenado a aceitar os fatos que afetam sua sobrevivência e prosperidade sem saber como reagir.

Leia outro trecho:

-Publicidade-

“Temos um pequeno grupo muito capacitado de especialistas, alguns já trabalhando em outros países. Mas a matemática não faz parte da nossa cultura. Pior: é tratada a pauladas na educação brasileira, hoje mais preocupada em produzir intoxicação ideológica e política sindicalista do que em conviver com a realidade.

No início deste ano, a revista The Economist divulgou um novo estudo desenvolvido em conjunto pela Universidade Harvard e pelo Centro para o Desenvolvimento Global. Segundo o estudo, a riqueza de um país como um todo interfere no seu desempenho em educação de matemática e ciências tanto quanto a renda da família do estudante. Em outras palavras: quanto mais gente estuda ciências e matemática, mais o país fica rico. E, quanto mais o país fica rico, mais gente estuda ciências e matemática. O círculo é virtuoso.”

Revista Oeste

Além do artigo de Dagomir Marquezi, a Edição 60 da Revista Oeste traz reportagens especiais e textos de J. R. Guzzo, Silvio Navarro, Guilherme Fiuza, Ana Paula Henkel, Rodrigo Constantino, Ubiratan Jorge Iorio, entre outros.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

Leia também: “Esquerda californiana quer abolir aulas convencionais de matemática”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro