Operação da PF em oito Estados apura fraudes no auxílio emergencial

Ação faz parte de trabalho desenvolvido por força-tarefa criada para combater irregularidades no recebimento do benefício
-Publicidade-
Operação Quarta Parcela envolve quase 100 policiais federais, que fazem buscas em oito Estados
Operação Quarta Parcela envolve quase 100 policiais federais, que fazem buscas em oito Estados | Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira, 4, a Operação Quarta Parcela, que investiga fraudes no recebimento do auxílio emergencial pago pelo governo federal durante a pandemia de covid-19.

Quase 100 agentes da PF participam da operação, realizada em 28 endereços de oito Estados do país: Amazonas, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Rondônia, Maranhão e São Paulo. Os investigados tiveram mais de R$ 170 mil em bens sequestrados, por decisão da Justiça.

-Publicidade-

Leia também: “Polícia Federal cumpre 26 mandados de busca e apreensão”

A operação foi deflagrada a partir do trabalho de investigação da força-tarefa composta, além da PF, por integrantes do Ministério Público Federal, do Ministério da Cidadania, da Caixa Econômica Federal, da Receita Federal, da Controladoria-Geral da União e do Tribunal de Contas da União. Trata-se da Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes no Auxílio Emergencial, instituída exatamente para investigar supostas irregularidades no recebimento do benefício.

Segundo a PF, “os objetivos da atuação conjunta e estratégica são a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas que atuam causando prejuízos aos programas assistenciais e, por consequência, atingindo a parcela da população que necessita desses valores”.

Com informações do Estadão

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.