Paulo Mendes da Rocha e a paixão pelo concreto

Em artigo publicado na Edição 63 da Revista Oeste, Theodore Dalrymple analisa a obra do arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha
-Publicidade-
Paulo Mendes da Rocha morreu aos 92 anos
Paulo Mendes da Rocha morreu aos 92 anos | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

Em artigo publicado na Edição 63 da Revista Oeste, o colunista Theodore Dalrymple analisa a obra do arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha, morto aos 92 anos.

Leia um trecho

-Publicidade-

“Que ninguém deveria falar mal dos mortos — dos que acabaram de morrer, melhor dizendo, porque a passagem do tempo confere decência a lembranças adversas e críticas — é um princípio da civilização. Mas, como todos os princípios que regem o bom comportamento, existem exceções. Quando um homem expõe seu trabalho diante do público, é razoável que, quando de sua morte, ao falar dele, sua qualidade seja avaliada. Quando Benjamin Haydon, um artista inglês do século 19, cometeu suicídio cortando a própria garganta por causa de seu repetido fracasso em ser reconhecido como pintor, Charles Dickens escreveu que nenhum grau de solidariedade por ele como homem disfarçaria o fato de que Haydon havia se enganado sobre sua vocação e, de fato, era um pintor muito ruim.

Nenhum homem expõe mais seu trabalho diante do público do que um arquiteto. Aliás, quando esse trabalho é muito grande ou está em posição de destaque, o público não pode simplesmente evitá-lo, mesmo que deseje muito fazê-lo. Um poema ruim ou uma imagem ruim são fáceis de evitar, mas um edifício monstruoso não é. Com o avanço dos sistemas públicos de som, música ruim recai em algum ponto entre os dois extremos de evitabilidade.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 63 da Revista Oeste vai além do texto de Theodore Dalrymple sobre a obra do arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J. R. Guzzo, Augusto Nunes, Ana Brambilla, Evaristo de Miranda, Guilherme Fiuza, Ana Paula Henkel, Silvio Navarro, Dagomir Marquezi e Rodrigo Constantino.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site