Petrobras aprova pagamento de quase R$ 32 bilhões a acionistas

R$ 11,6 bilhões serão destinados à União, detentora do controle da empresa
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Petrobras
Foto: Divulgação/Petrobras

Na quarta-feira 4, o Conselho de Administração da Petrobras aprovou a distribuição de R$ 31,6 bilhões em dividendos a seus acionistas. O pagamento é referente ao exercício de 2021. Do total, R$ 11,6 bilhões ficarão para a União — detentora do controle da empresa.

Leia também: “Petrobras anuncia lucro de R$ 42,86 bilhões no 2º trimestre”

“Dessa forma, a Petrobras compartilha os ganhos financeiros com a sociedade brasileira”, ressalta em nota à imprensa. “A União, acionista controlador, receberá R$ 11,6 bilhões desse valor e, somadas as parcelas já pagas, o montante chegará ao final de 2021 em R$ 15,4 bilhões.”

-Publicidade-

Em comunicado ao mercado publicado ontem, a estatal informa que o montante será divido em duas parcelas. A primeira delas no valor de R$ 21 bilhões, com a participação destinada aos acionistas na B3 paga em 25 de agosto, e  para os detentores de ADRs (título da bolsa de Nova York) em 1º setembro. A segunda, de R$ 10,6 bilhões, será realizada dia 1º de dezembro no Brasil e no dia 3 do mesmo mês no mercado norte-americano.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro