Processos contra Lula podem ser assumidos por juiz que anulou provas da Lava Jato

Há exatos dois meses, Marcus Vinícius Reis Bastos cancelou provas da operação de Curitiba
-Publicidade-
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva | Foto: Ricardo Stuckert

Na segunda-feira 8, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da Justiça Federal, no Paraná. Com a decisão, um dos quatro magistrados que podem assumir as ações do petista é o juiz federal Marcus Vinícius Reis Bastos — que, em 8 de janeiro, suspendeu provas da Operação Lava Jato. A escolha será por sorteio.

Há exatos dois meses, uma decisão de Bastos cancelou as provas obtidas na Operação Carbonara Chimica — a 63ª fase da Lava Jato. Trata-se de investigação deflagrada para apurar as suspeitas de pagamento de propinas aos ex-ministros da Fazenda Antonio Palocci (governo Lula) e Guido Mantega (governos Lula e Dilma), em troca da edição de medidas provisórias favoráveis ao Grupo Odebrecht.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.