Quanto cada um dos 5.570 municípios receberá dos R$ 125 bilhões distribuídos pelo governo para o combate ao coronavírus

Enquanto o Estado de São Paulo receberá R$ 111 para cada um dos seus quase 46 milhões de habitantes, Mato Grosso, com 3,5 milhões de pessoas, será contemplado com R$ 275 per capta
-Publicidade-
Passageira de ônibus no terminal Bandeira, adere ao uso de máscaras descartáveis por precaução contra o coronavírus
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Passageira de ônibus no terminal Bandeira, adere ao uso de máscaras descartáveis por precaução contra o coronavírus Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Enquanto o Estado de São Paulo receberá R$ 111 para cada um dos seus quase 46 milhões de habitantes, Mato Grosso, com 3,5 milhões de pessoas, será contemplado com R$ 275 per capta

-Publicidade-

Aprovado nesta quarta-feira, dia 6, pelo Senado Federal, o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus destinará R$ 125 bilhões aos 26 estados, ao Distrito Federal e aos 5.570 municípios brasileiros. O objetivo é “ajudar os entes federativos no combate à pandemia de coronavírus”. Os valores incluem tanto repasses diretos quanto a suspensão de dívidas.

“A mais abrangente distribuição de dinheiro concebida desde a chegada das primeiras caravelas exibe marcas de nascença suspeitíssimas”, observou Augusto Nunes, colunista da revista OESTE, em seu mais recente artigo. “Parte dos R$ 125 bilhões, por exemplo, será usada pelos governadores ‘para manter a máquina administrativa funcionando’, seja lá o que isso significa, e sem que os governos estaduais ofereçam algo em troca. A fortuna reservada ao duelo com o vírus chinês vai beneficiar tanto municípios assolados pela pandemia quanto os que não contabilizam um só caso confirmado. Resultantes de um confuso cruzamento de estatísticas, as doações feitas a cada município não descartam sequer centavos”.

Um dos exemplos citados por Nunes foi a disparidade das quantias destinadas aos dois menores municípios de São Paulo e Mato Grosso. A paulista Borá, com 837 moradores, receberá R$ 93.619,92. Araguainha, com 935 habitantes, embolsará R$ 257.944,36. Nenhuma das duas cidades registrou até agora um único caso da doença. (Veja abaixo a tabela completa com os 5.570 municípios)

As discrepâncias continuam quando se observa a média per capita por Estado. Enquanto São Paulo, com cerca de 38 mil casos confirmados de coronavírus, receberá R$ 111,85 para cada um dos seus quase 46 milhões de habitantes. Mato Grosso, que registrou até agora pouco mais de 370 pessoas contaminadas pelo vírus chinês, será contemplado com R$ 275,85 por pessoa. O Ceará, com mais de 12 mil doentes, receberá R$ 82,41 por habitante – o menor valor per capita entre os estados.

Como destacou a reportagem de capa da revista OESTE desta semana, o coronavírus ressuscitou a indústria da calamidade pública e são concretos os sinais de roubalheira e desperdício no meio da pandemia. E, como escreveu Nunes, “o Congresso liberou o governo federal para torrar sem insônia nem remorso o dinheiro que não tem”.

Confira a tabela completa com o valor que cada um dos 5.570 municípios receberá:

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site