Queiroga, sobre Ômicron: ‘Não é variante de desespero’

O ministro da Saúde disse ainda que o Brasil está preparado para uma eventual terceira onda da covid-19
-Publicidade-
Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, afirmou que não há motivo para pânico por causa de nova variante
Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, afirmou que não há motivo para pânico por causa de nova variante | Foto: Reprodução/YouTube

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira, 29, que não há motivos para pânico por causa da descoberta de uma nova variante do coronavírus, a Ômicron.

Na entrevista coletiva em que anunciou a compra de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a covid-19 para 2022, Queiroga disse ainda que o Brasil está preparado para uma eventual terceira onda da doença.

“É uma variante de preocupação, mas não é uma variante de desespero”, disse o ministro. “Nós temos autoridades sanitárias comprometidas com a assistência de qualidade da nossa população.”

-Publicidade-

Queiroga destacou o fato de o governo federal ter reforçado a capacidade de hospitais e duplicado o número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Hoje, se houver uma eventual terceira onda, teremos condições muito melhores de assistir a nossa população”, disse.

No domingo 28, o ministro da Saúde já havia afirmado que as medidas de prevenção contra a nova variante do coronavírus são as mesmas adotadas para as demais cepas. “Gostaria de tranquilizar todos os brasileiros, porque os cuidados com essa variante são os mesmos cuidados que temos com as outras. A principal arma para enfrentar essa situação é a nossa campanha de imunização”, disse.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.