-Publicidade-

Restrições tiram metade da renda de 71% dos moradores de favelas

No Brasil, 16 milhões de pessoas vivem em comunidades
Quase a totalidade desse estrato social não tem dinheiro guardado
Quase a totalidade desse estrato social não tem dinheiro guardado | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Devido à paralisação da economia, 71% das famílias que vivem em favelas estão sobrevivendo com menos da metade da renda. É o que mostra uma pesquisa do Instituto Locomotiva em parceria com a Central Única das Favelas. Além disso, cerca de 70% dos moradores das comunidades não têm dinheiro para comprar comida. O estudo revelou, ainda, que quase a totalidade desse estrato social não tem dinheiro guardado e 76% pediu o auxílio emergencial do governo Bolsonaro. Hoje, 16 milhões de pessoas estão vivendo em favelas no Brasil.

Leia também: “Não existe lockdown grátis”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.