Roger Abdelmassih deve retornar à cadeia

Ex-médico teve prisão domiciliar revogada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo
-Publicidade-
Secretaria Nacional De Antidrogas do Paraguai
Secretaria Nacional De Antidrogas do Paraguai

Ex-médico teve prisão domiciliar revogada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo

O ex-médico Roger Abdelmassih

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) determinou, na última sexta-feira 28, que o ex-médico Roger Abdelmassih retorne à prisão para cumprir a pena de 173 anos por 49 crimes sexuais. Abdelmassih cumpria prisão domiciliar desde 14 abril, por determinação da juíza Sueli Zeraik. A magistrada entendeu que o ex-médico pertencia ao grupo de risco da covid-19 e estava suscetível ao novo coronavírus.

-Publicidade-

Entretanto, a 6ª Câmara Criminal do TJSP atendeu ao pedido do Ministério Público do Estado de São Paulo e revogou o benefício do ex-médico. Em razão da nova decisão, Abdelmassih terá que voltar para a penitenciária de Tremembé, no interior do Estado, para cumprir pena em regime fechado.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.