Saúde vai investir R$ 14 milhões para qualificação em atendimento de urgência e emergência

Valor foi anunciado durante o lançamento do Programa SOS de Ponta
-Publicidade-
Foto: Governo do Estado de São Paulo
Foto: Governo do Estado de São Paulo

O Ministério da Saúde investirá R$ 14 milhões para a criação de 10 mil vagas para o Programa SOS de Ponta. Anunciado nesta segunda-feira, 18, o valor será empregado na qualificação de profissionais que atuam no atendimento de urgência e emergência no SUS.

“Vivemos hoje situação de emergência na saúde pública internacional”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante o lançamento do programa. “Nosso país teve mais de 600 mil óbitos decorrentes da covid-19. A grande lição dessa pandemia é o fortalecimento do sistema de saúde no Brasil.”

-Publicidade-

De acordo com Queiroga, atualmente o sistema de saúde possui posição confortável” para atender os pacientes com síndrome respiratória aguda grave que necessitam de unidades de terapia intensiva. “Hoje trazemos essa ação SOS de Ponta porque sabemos que, nas urgências e emergências, é que existe o risco maior de morte”, disse o médico. “Precisamos qualificar melhor aqueles que estão na ponta para atender a essas situações.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.