STF e TSE gastam R$ 1,5 milhão com horas extras

No Supremo, os custos com jornada extraordinária durante recesso foram quatro vezes maiores do que no TSE
-Publicidade-
No STF, houve um salto nos pagamentos de horas extras em dezembro de 2021 e janeiro deste ano, quando se compara ao período anterior
No STF, houve um salto nos pagamentos de horas extras em dezembro de 2021 e janeiro deste ano, quando se compara ao período anterior | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Durante o recesso de fim de ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) gastaram R$ 1,5 milhão com pagamento de horas extras de servidores.

No Supremo, os custos com horas extras são quatro vezes maiores do que no TSE. A Corte constitucional dispensou R$ 1,2 milhão de seu orçamento no pagamento de serviços extras essenciais em dezembro e janeiro, quando apenas cinco dos seus 11 ministros trabalharam. O montante foi destinado a 347 servidores.

Normalmente, durante o recesso (entre dezembro e janeiro) o volume de trabalho do funcionalismo público diminui substancialmente. Mesmo assim, no STF, houve um salto nos pagamentos de horas extras, quando se compara ao período anterior.

-Publicidade-

A Corte saiu de um gasto de cerca de R$ 240 mil entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021 para o atual R$ 1,2 milhão.

Já no TSE, nos dois meses de recesso, foram pagos quase R$ 300 mil por horas de trabalho adicionais. De dezembro de 2020 a janeiro de 2021, o valor foi de R$ 352 mil.

Em nota encaminhada ao jornal Estado de S. Paulo, o TSE afirmou que “os pagamentos se referem ao serviço extraordinário prestado em anos anteriores, bem como a serviços realizados para manter o tribunal em funcionamento durante o período de recesso”, previstos em resolução sobre o trabalho nessa época do ano. Já o STF não se pronunciou.

Leia também: “Supremo partido”, reportagem publicada na edição 108 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.