STJ gastará R$ 53 mi com escolta armada para proteger ministros

O valor do contrato é superior ao anterior, que alcançou R$ 28 milhões
-Publicidade-
Segundo o edital de pregão eletrônico, as escoltas armadas serão direcionadas às cidades de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro
Segundo o edital de pregão eletrônico, as escoltas armadas serão direcionadas às cidades de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro | Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) alocará R$ 53 milhões de seu orçamento na segurança de ministros. A Corte abriu edital nesta segunda-feira, 15, para contratar serviços de segurança pessoal armada, com o objetivo de “preservar a integridade” dos magistrados. O valor do contrato é superior ao anterior, que chegou ao total de R$ 28 milhões, incluindo aditivos. Segundo o edital de pregão eletrônico, as escoltas armadas serão direcionadas às cidades de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro para segurança pessoal dos ministros e condução de veículos oficiais de representação e de transporte institucional. “Trata-se de serviço essencial para manter a integridade física dos senhores ministros, com foco na prevenção de possíveis ameaças, a partir da disponibilização de profissionais armados, atuando nos postos de residência e serviços de escolta”, diz trecho do edital. O documento prevê a contratação de 172 profissionais de segurança em Brasília, sete em São Paulo e seis no Rio de Janeiro. O tempo do contrato é de 20 meses, a princípio, e pode ser prorrogado mediante termo aditivo, com o limite de 60 meses.

Leia também: “MPF recorre contra decisão que anulou quebra de sigilo de Flávio Bolsonaro”

-Publicidade-

Com informações do Poder360

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

  1. Eles supostamente protegem a constituição, por isso o povo tem um prazer imenso em queimar cerca de 5 milhões de reais a cada 20 meses, para proteger esses heróis. São muito amados pelo povo!

    Claro que para proteger esses iluminados, serão necessárias as temíveis armas de fogo. Armas estas que não são boas para reles mortais como nós; somente os deuses podem portá-las

  2. Chega a ser engraçado. São contra armas para população mas para eles segurança armada pagas com dinheiro público. Assim é fácil. São pessoas totalmente desconectadas com a realidade da população.

  3. A velha hipocrisia. Armas matam. Bora ali gastar dinheiro público pra contratar escolta armada para mim. E depois a gente solta uns traficantes que fica tudo certo.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.