Tarcísio escolhe Eleuses Paiva para comandar a Saúde em São Paulo

O médico integrou a equipe de campanha do governador eleito
-Publicidade-
Tarcísio de Freitas já está trabalhando na montagem da equipe de secretários
Tarcísio de Freitas já está trabalhando na montagem da equipe de secretários | Foto: Reprodução

O governador eleito Tarcísio de Freitas (Republicanos) anunciou na quarta-feira 23 o nome do secretário de Saúde que vai comandar a pasta a partir de 2023. O médico Eleuses Paiva (PSD) integrou a equipe de campanha e foi responsável por coordenar o tema na construção do plano de governo.

Natural de Santos, Paiva, de 69 anos, foi presidente da Associação Médica Brasileira. Ele foi vice-prefeito de São José do Rio Preto, no interior do Estado, e atuou na Câmara dos Deputados em três legislaturas, duas delas assumindo como suplente.

O médico Eleuses Paiva | Foto: Divulgação
-Publicidade-

“O Eleuses é uma pessoa de extrema confiança, tem um perfil técnico, a exemplo do que eu havia prometido para o secretariado do Estado de São Paulo, e participou ativamente da construção do nosso plano na saúde”, avaliou Tarcísio.

Durante a campanha, Paiva disse que um dos focos do novo governo na área da saúde será a integração da atenção primária com as prefeituras e o investimento na telemedicina.

Paiva é o segundo secretário anunciado pelo governador eleito. O atual responsável pela secretaria de Educação no Paraná, Renato Feder, vai comandar a área em São Paulo.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Parabéns ao governador Tarcísio Freitas, o trabalho vai ser duro diante das organizações esquerdistas dos funcionários públicos e aqueles que não querem perder privilégios.
    Sobre a educação deveria caminhar para informatização visando eliminar burocracias e entraves. Valorizar o salário dos professores e cobrar resultados

  2. A única forma de expulsar o PT do poder é impedindo que aprovem o aumento do orçamento para 2023.

    Como isso é possível?

    Pressionando o Congresso Nacional – Câmara dos Deputados e Senado – a *não aprovar* a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) enviada por Lula.

    Lula enviou ao Congresso Nacional Proposta de Emenda Constitucional (PEC) prevendo aumento de R$ 200 bilhões em diversos gastos públicos. Apenas uma fração desse montante será destinada ao Bolsa Família (ex-Auxílio Brasil). Com possíveis reflexos sobre o aumento dos impostos, a PEC vem sendo criticada tanto pela oposição – General Mourão chamou a PEC de “estupro do Orçamento” – como de Renan Calheiros e outros aliados do PT: https://www.correiobraziliense.com.br/politica/2022/11/5049357-mourao-detona-proposta-de-pec-do-time-de-lula-para-bancar-auxilio-de-rs-600.html

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.