TSE dá 15 dias para Bolsonaro explicar declarações sobre fraude

Tribunal também determinou abertura de procedimento administrativo destinado a apurar possíveis irregularidades
-Publicidade-
Jair Bolsonaro terá 15 dias para explicar acusações de fraude nas eleições
Jair Bolsonaro terá 15 dias para explicar acusações de fraude nas eleições | Foto: Agência Brasil

O ministro Luís Felipe Salomão, corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), fixou um prazo de 15 dias para que o presidente Jair Bolsonaro dê explicações sobre declarações a respeito de supostas fraudes nas eleições de 2018, vencidas por ele no segundo turno contra o petista Fernando Haddad.

Bolsonaro já afirmou algumas vezes que teria vencido a eleição com margem muito maior de votos do que aquela apontada pelos resultados oficiais. Ainda segundo Bolsonaro, a única chance de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vencer o pleito de 2022 é se houver fraude.

O corregedor do TSE também determinou a abertura de um procedimento administrativo destinado a apurar possíveis fraudes nas eleições de 2018 e 2020. O magistrado afirma que a credibilidade do sistema eleitoral “constituiu pressuposto necessário à preservação da estabilidade democrática e à manutenção da normalidade constitucional”.

-Publicidade-

Leia mais: “Bolsonaro defende voto auditável e afirma que Lula só volta ‘na fraude’”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. Quem acredita nesses tribunais loteado por membros da quadrilha petista. Foram 20 anos loteado as instituições.
    #TSENaoConfio
    #STFNaoConfio

  2. Grande merda essa decisão!!! O presidente tem que decretar logo a “Independência” desse país das mãos dessas ESCÓRIAS dessas cortes LOTEADAS de vagabundos!a Serviço da quadrilhanda esquerda!! A única Corte que eu acredito é a Corte Marcial!!!

  3. Sabemos que STF e TSE não são confiáveis. Vimos o que ocorreu nas eleições municipais. Uma baderna!! Esse tribunal te que acatar o que o legislativo definiu e pronto. Um bando de vagabundos não querem o voto auditável! Qual o medo deles!??

  4. Bom, o presidente de fato comentou sobre a fraude sofrida várias vezes, ñ acredito q falaria algo assim sem provas. Aliás, ele fala sobre isso já há alguns anos, e os zumbis do stf nunca deram um pio, pq só agora isso? Aguardemos!

  5. NA ELEIÇÃO DE 2014, A DIFERENÇA ENTRE OS CANDIDATOS DO SEGUNDO TURNO FOI EM TORNO DE 3.5%

    NA ELEIÇÃO DE 2018, FALTOU EM TORNO DISSO PARA O CANDIDATO QUE LIDERAVA VENCER NO PRIMEIRO TURNO.

    TALVEZ, A FRAUDE ESTEJA NESSE NÚMERO, PORQUE OS OBSERVADORES INTERNACIONAIS NÃO FORAM VER AS URNAS NOS CAFUNDÓS.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.