TV portuguesa cobre manifestações pró-Bolsonaro ignoradas pela mídia brasileira

Imprensa nacional deixou de noticiar as mobilizações de rua em defesa do voto auditável e do presidente da República
-Publicidade-
A maioria dos jornalistas do nosso país agem como "censores" da verdade
A maioria dos jornalistas do nosso país agem como "censores" da verdade | Foto: Abraão Soares/Estadão Conteúdo

A Rádio e Televisão de Portugal dedicou um espaço em seu noticiário às manifestações pró-Bolsonaro que ocorreram no Dia do Trabalhador. Na contramão da grande mídia brasileira, a emissora estrangeira transmitiu imagens que mostram milhares de pessoas nas ruas pedindo o voto auditável, o fim das medidas de isolamento social e demonstrando simpatia ao governo. Em artigo, o colunista da Revista Oeste J.R. Guzzo observou que a maioria dos jornalistas do nosso país agem como “censores” da verdade. Assista ao vídeo abaixo:

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site