União libera R$ 19 milhões para produção de remédios contra o câncer

Ipen, responsável por 85% do fornecimento nacional, anunciou no começo da semana a suspensão da importação de insumos por falta de recursos
-Publicidade-
O Ipen fabrica 25 diferentes remédios contra o câncer no Brasil | Foto: National Cancer Institute
O Ipen fabrica 25 diferentes remédios contra o câncer no Brasil | Foto: National Cancer Institute

Após ter anunciado a suspensão no fornecimento de remédios necessários para o tratamento do câncer, o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) voltará a importar os insumos para a produção dos radiofármacos e radioisótopos. O Ministério da Economia liberou R$ 19 milhões em crédito suplementar para o órgão.

O Ipen fabrica 25 diferentes remédios contra o câncer e é responsável por 85% do fornecimento nacional. O órgão enfrentava impossibilidade orçamentária para aquisição de insumos importados de produtores na África do Sul, Holanda e Rússia.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear, a verba liberada ainda é insuficiente para atender a demanda até o fim deste ano e mais recursos terão de ser buscados. O Ipen ainda aguarda a aprovação pelo Congresso Nacional de um projeto de lei que vai adicionar cerca de R$ 35 milhões ao orçamento do órgão. A previsão é de que a proposta seja votada na próxima semana.

-Publicidade-

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações informou que “o governo federal vem atuando desde junho em conjunto com Congresso Nacional para a recomposição total do orçamento do Instituto. A aprovação de um novo projeto de lei, da ordem de R$ 55 milhões, será necessária posteriormente para recompor o orçamento do instituto até o fim do ano”.

Leia também: “Bolsonaro zera imposto de remédio para tratamento de câncer”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.