Vacina da Oxford: Brasil pode receber 80 milhões de doses até fevereiro

País pode ser capaz de imunizar mais da metade da população antes de março de 2021
-Publicidade-
Doeses da vacina de Oxford devem estar disponíveis a partir de janeiro | Foto: Divulgação/Freepik
Doeses da vacina de Oxford devem estar disponíveis a partir de janeiro | Foto: Divulgação/Freepik

País pode ser capaz de imunizar mais da metade da população antes de março de 2021

Doses da vacina da Oxford devem estar disponíveis a partir de janeiro
Foto: Divulgação/Freepik

O governo brasileiro firmou acordo para que 80 milhões de doses da vacina da Oxford sejam entregues até o começo de 2021. Cerca de 40 milhões de doses devem chegar no início de janeiro e a outra metade em fevereiro.

-Publicidade-

Testado no Brasil por meio de uma parceria com a Fundação Oswaldo Cruz, o imunizante para combater a doença causada pelo novo coronavírus foi desenvolvido pela universidade do Reino Unido em parceria com o laboratório britânico AstraZeneca.

A encomenda do governo federal seria suficiente para vacinar cerca de 37% dos 212 milhões de habitantes do Brasil. Adicionada à compra de 46 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac, a quantidade tornará o país capaz de imunizar mais da metade de sua população antes de março de 2021.

As duas vacinas, no entanto, ainda precisam ser aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Leia também: “Vacina da Oxford: Laboratório quer autorização emergencial”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.